12°C 23°C
Wenceslau Braz, PR
Publicidade

PROTESTO: Caminhoneiros bloqueiam a PR-092 em Joaquim Távora

Segundo relatos colhidos no local, ação é um protesto contra o resultado da eleição presidencial que elegeu Luiz Inácio Lula da Silva

31/10/2022 às 13h50
Por: Marcelo Aguiar Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

EXCLUSIVO: Uma onda de protestos que começaram na noite deste domingo (30) em diferentes regiões do Brasil contra o resultado das eleições presidenciais chegou ao Norte Pioneiro.

Continua após a publicidade
Anúncio

No fim da manhã desta segunda-feira (31), caminhoneiros montaram um bloqueio na PR-092 no trecho que passa pelo município de Joaquim Távora. O trânsito no local está parado e somente veículos da Saúde, forças armadas e cargas vivas podem passar. Já o tráfego de outros veículos está impedido.

Continua após a publicidade
Anúncio

A onda de protestos começou na noite de ontem logo após o fim da apuração dos votos e o anúncio de que Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente do Brasil pela terceira vez.

Na manhã desta terça, já eram registrados bloqueios no Paraná e em outros sete estados do país.

A Folha conversou com um manifestante que preferiu não se identificar, mas deu detalhes do que está acontecendo. Segundo ele, um movimento coordenado por caminhoneiros e pelo agronegócio já está realizando bloqueios e protestos em todo o país. Inicialmente, tudo ficará parado por 72 horas até que o presidente Jair Bolsonaro se manifeste sobre o resultado das eleições.

Ainda conforme apurou a reportagem da Folha, os manifestantes querem que o presidente Jair Bolsonaro faça valer o Artigo 142 da Constituição Federal. Apesar do artigo não descrever exatamente o que pedem os manifestantes, a ideia é que as Forças Armadas venham a restabelecer a ordem no país.

Também há registros de bloqueio na BR-153 em Ibaiti.

Mais informações a qualquer momento. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.