NÚMEROS DA VIOLÊNCIA

Wenceslau Braz e oito municípios do Norte Pioneiro já registraram homicídios em 2022

Conforme dados da Secretaria estadual da Segurança Pública, ao menos 15 pessoas já foram mortas na região nos primeiros meses do ano

15/06/2022 16h59
Por: Marcelo Aguiar
Fonte: Redação
Em casos de crimes violentos, corpos das vítimas são recolhidos e encaminhados ao IML de Jacarezinho para realização de exames que ajudem nas investigações - f
Em casos de crimes violentos, corpos das vítimas são recolhidos e encaminhados ao IML de Jacarezinho para realização de exames que ajudem nas investigações - f

A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Estado divulgou, nesta terça-feira (15), os dados da violência referentes ao primeiro trimestre do ano de 2022. De acordo com os números, 63% dos municípios paranaenses não registraram mortes causadas pela violência, o que corresponde a 254 cidades.

O levantamento levou em consideração os registros contabilizados entre janeiro e março deste ano. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve redução nas mortes violentas. Neste cenário, a maior redução foi nos casos de latrocínio com baixa de 53%. Já nos casos de violência corporal resultando em mortes, a redução foi de 40%.

Outro crime que apresentou redução em relação a 2021 foram os casos de feminicídio. Neste ano, em todo o Paraná, foram registradas 19 ocorrências, contra 21 no mesmo período do ano passado. Já nos casos de crimes dolosos, aqueles em que há a intenção de matar, houve ligeiro aumento com 534 registro no primeiro trimestre deste ano contra 523 no mesmo período do ano passado.

 

NORTE PIONEIRO

Com bases nos dados do Relatório Estatístico Criminal da Segurança Pública do Paraná, a Folha realizou um levantamento dos crimes registrados na região do Norte Pioneiro nos municípios que fazem parte do 2º Batalhão da Polícia Militar de Jacarezinho e 18º Batalhão da PM de Cornélio Procópio. Conforme os números, a grande maioria dos casos foi de crimes violentos, isso é, homicídios dolosos em que há a intenção de matar.

Conforme os números foram registradas 15 mortes nos municípios de Andirá, Bandeirantes, Ibaiti, Jacarezinho, Joaquim Távora, Santo Antônio da Platina, Jundiaí do Sul, Tomazina e Wenceslau Braz entre os meses de janeiro e maio deste ano.

Em Andirá, as mortes aconteceram em fevereiro e abril tendo como vítimas um idoso de 67 anos e um jovem de 19 anos. Em Ibaiti, foram quatro mortes nos meses de janeiro, março e abril, tendo como vítimas três homens com idades entre 21 e 44 anos, além de uma mulher de 52 anos. Em Jacarezinho, os registros aconteceram em janeiro, março e abril culminando na morte de dois jovens de 22 anos e um homem de 43 anos. Em Joaquim Távora, um crime foi registrado em março tendo como vítima um jovem de 20 anos. Em Jundiaí do Sul, também foi registrada uma morte. Em Santo Antônio da Platina, foram duas mortes no mês de março com um homem de 45 anos e uma mulher de 33 anos. Em Tomazina, uma mulher de 40 anos foi morta em fevereiro. Todos os casos são tratados como homicídio doloso.

Além destes, também foi registrado um caso de latrocínio, quando ocorro a prática de roubo seguida de morte. A situação foi registrada no dia 27 de março e teve como vítima um idoso de 72 anos de idade.

 

OUTROS CASOS

Além dos número divulgados em relação ao primeiro trimestre do ano, há ainda outros casos que ainda não entraram nos relatórios da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Na última sexta-feira (10), um homem foi encontrado morto no município de Quatiguá. Informações preliminares dão conta de que a vítima foi atropelada por um indivíduo envolvido horas antes em uma tentativa de homicídio registrada no município de Guapirama.Outro caso também foi registrado no dia 28 de maio quando um jovem de 22 anos, morador do município de Santo Antônio da Platina, foi assassinado em um posto de combustíveis de Jacarezinho. Há ainda o crime envolvendo a morte de um mototaxista no dia 16 de maio em Santo Antônio da Platina. Ainda em Santo Antônio da Platina, policiais encontraram o corpo de um homem prestes a ser enterrado em uma mata.

Já no município de Wenceslau Braz, a polícia registrou um caso de feminicídio. Uma mulher de 36 anos foi morta a facadas por um homem de 54 anos após uma discussão entre o casal. O crime aconteceu no dia 30 de maio em uma residência situado a Rua Frei Damião, no bairro Vila Santo Antônio.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Wenceslau BrazWenceslau Braz - PR Cidade com cerca 20 mil habitantes, tem na Agricultura a sua base econômica. Margeada pela PR 092, é entroncamento rodoviário sentido sul do Estado de São Paulo (Ourinhos e Itaporanga) e Norte do Paraná (sentido Londrina).
Wenceslau Braz - PR
Atualizado às 12h46
19°
Poucas nuvens Máxima: 22° - Mínima: 11°
19°

Sensação

14.2 km/h

Vento

60.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Tomazina 1 rural fest
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas