°C °C

Aos 50 anos Itaipu Binacional realça compromisso com energias renováveis

Press trip com profissionais de imprensa de todo o País garantiu acesso à estrutura da empresa para conferir os avanços tecnológicos liderados pela hidrelétrica

04/06/2024 às 12h15
Por: Marcelo Aguiar Fonte: Por Jadir Zimmermann - ADI-PR
Compartilhe:
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Durante dois dias intensos de press trip, profissionais de imprensa de vários estados brasileiros, especialmente ligados ao setor energético, visitaram a estrutura da Itaipu Binacional para entender in loco as operações e os avanços tecnológicos liderados pela hidrelétrica. O evento foi coordenado pela Superintendência de Comunicação de Itaipu, liderado pela jornalista Ana Paula Hedler.

A ADI - Associação dos Jornais e Portais do Paraná, da qual o jornal Folha Extra é associado, foi convidada a participar da press trip e foi representada pelo jornalista Jadir Zimmermann.

Os jornalistas exploraram diversos projetos inovadores que demonstram o compromisso da Itaipu com a transição para a energia limpa e renovável. "Entre outras coisas, pudemos levar os profissionais da imprensa para conhecerem as tecnologias de formação do biometano, da energia que é feita através dos dejetos de suinocultores", explicou Ana Paula. A Itaipu também está focada em estudos de hidrogênio verde e em desenvolvimentos de painéis solares flutuantes, uma tecnologia promissora que visa aproveitar o vasto reservatório do Rio Paraná para aumentar a produção de energia sustentável.

Ana Paula Hedler é a superintendente de Comunicação de Itaipu

 

Itaipu mais que energia

A missão de Itaipu vai além da produção de energia. Como a maior produtora de energia limpa e renovável do planeta, com a marca de 3 bilhões de megawatts produzidos apenas neste ano, a hidrelétrica se vê como uma líder em sustentabilidade. "Itaipu já é a maior produtora de energia limpa e renovável do planeta", destacou Ana Paula. Ela continuou, enfatizando a viabilidade econômica dessas práticas: "Queremos mostrar que é possível, é viável e é economicamente também vantajoso para o país".

No ano em que o Tratado de Itaipu completou 50 anos e a dívida histórica para a construção da usina hidrelétrica foi quitada, a Itaipu Binacional retomou com força os projetos sociais e ambientais na região e intensificou a parceria com a comunidade, ampliando a área de abrangência de suas ações para todos os 399 municípios do Paraná e 35 do Mato Grosso do Sul. Essa nova fase passou a ser denominada de “Itaipu Mais que Energia”. Ou seja, é a maior iniciativa de apoio a projetos sociais, ambientais e de infraestrutura da história da empresa. Aproximadamente 11 milhões de pessoas serão beneficiadas.

Itaipu Binacional alcançou 40 anos de produção e é referência mundial de hidreletricidade sustentável

A press trip também foi uma oportunidade para discutir o papel da Itaipu no cenário global de transição energética, enfatizando a importância de usar recursos como florestas e potencial hídrico do Brasil. "A ideia da Itaipu Binacional é mostrar que é importante fazer essa transição energética", afirmou Ana Paula. Segundo ela, o evento serviu para abrir diálogo e fortalecer a democracia através do acesso à informação precisa e confiável, combatendo a disseminação de fake news.

 

Atenção da diretoria

A press trip começou na quinta-feira (23) com uma visita técnica à usina de Itaipu. No mesmo dia, houve uma visita ao PTI (Parque Tecnológico de Itaipu), onde ocorreram apresentações sobre alguns projetos desenvolvidos no local. Entre eles está a transformação de hidrogênio - através de fontes renováveis - em combustível para ser utilizado em veículos e até aviões.

Na sexta-feira (24) a diretoria de Itaipu esteve à disposição dos profissionais por quase toda a manhã. Desde o diretor geral Enio Verri, todos realizaram explanações sobre suas áreas de atenção e, depois, ainda participaram de uma sabatina com os jornalistas.

Diretor Geral Enio Verri fez ampla explanação aos jornalistas convidados para a press trip

"Realmente os diretores se colocaram à disposição, colocaram na agenda deles que eles estariam à disposição de todos os jornalistas para tirar dúvidas, para explicar como funciona, qual é a visão deles da Itaipu Binacional e do governo federal", declarou Ana Paula. Na avaliação dela, essa aproximação é essencial para a transparente comunicação e engajamento com a população.

A press trip foi concluída com uma visita a uma Central de Bioenergia para tratamento de dejetos de suínos no município de Toledo. A planta foi inaugurada em outubro do ano passado.Lá, os pesquisadores utilizam dejetos de mais de 40 mil animais, os transformando em biogás, conseguindo gerar energia elétrica suficiente para abastecer 1,5 mil residências de médio porte.

 

Série de reportagens

Referência mundial em hidreletricidade sustentável, em integração entre dois povos e na engenharia moderna, a Itaipu Binacional completou 50 anos de sua fundação no último dia 17 de maio. Uma gigante que, neste ano, também completou seus 40 anos de produção, celebrados no último dia 5 de maio, e atingiu os 3 bilhões de megawatts-hora de energia acumulada. Nenhuma outra hidrelétrica no mundo chegou nem perto dessa marca histórica.

Durante a semana, uma série de reportagens vai mostrar o ambiente responsável pela geração de energia para milhões de pessoas, além das pesquisas desenvolvidas e voltadas à sustentabilidade que estão por trás desta gigante que é a Itaipu Binacional.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.